Produtos

TUBO PEAD

O Tubo PEAD pode ser fabricado na faixa de diâmetros de 20mm até 730mm. Já as conexões PEAD pode ser fabricadas de 20mm até 1200mm. Veja as vantagens quando comparados às tubulações tradicionais:

VANTAGENS DOS TUBOS DE POLIETILENO (PEAD)

  • Leveza: com densidade um pouco inferior a da água, os tubos PEAD são leves, de fácil transporte e manuseio.
  • Flexibilidade: O Tubo PEAD permite a execução de curvas e o desvio de obstáculos sem a necessidade de conexões, adaptam-se às irregularidades dos fundos das valas e se acomodam perfeitamente a recalques diferenciais dos terrenos.
  • Alta resistência à abrasão e ao impacto: o PEAD possui resistência excepcionalmente elevada à abrasão, muito superior a de qualquer outro material usado em tubulações (resiste cerca de quatro vezes mais que o aço), sendo a melhor alternativa para o transporte de sólidos em meio líquido: nas dragagens, minerações, instalações industriais, etc.
  • Menor número de juntas: Os tubos PEAD podem ser fornecidos normalmente em barras de 12m e 18m para diâmetros a partir de 110 mm, e em bobinas de 100m ou maiores para diâmetros até 125mm, apresentam um número muito reduzido de juntas.

Conexões e juntas mecânicas

  • Flangeada: É utilizada na transição com outros materiais como aço e ferro fundido e na ligação de bombas, válvulas e outros dispositivos. Nesse caso os tubos ou conexões de PE são providos de colarinhos na sua extremidade para o encosto dos flanges soltos, que obedecem aos mesmos padrões de furação que os flanges de aço.
  • De compressão: nesse tipo de junta o travamento do tubo é feito através de uma porca cônica rosqueada manualmente ao corpo da junta, comprimindo uma garra de Poliacetal com ranhuras dentadas que se cravam na periferia do tubo. A vedação é feita através de um anel de borracha de seção circular. Tem uma grande confiabilidade quanto à estanqueidade, resistência à tração e facilidade de manuseio, sendo disponível em tubos de até 160 mm
  • De mineração: consiste em um acoplamento de alumínio ou ferro fundido de fácil manuseio, fixado à tubulação através de colarinhos tipo mineração. Permitem montagens e desmontagens rápidas e, por isso, são adequadas a instalações de transporte de sólidos, onde os tubos são periodicamente girados para uniformizar o desgaste por abrasão ao longo da superfície interna, multiplicando sua vida útil.
  • Luva de correr: não resiste a tração, e por isso somente é usada para unir tubos impedidos de se deslocar longitudinalmente, particularmente os enterrados. São fabricadas para diâmetros desde 20 até 315 mm.

Existem outros tipos de juntas para as tubulações em PEAD que não foram mencionadas pois são de uso pouco comum.Em caso de necessidade consulte a APUÃ.

PRINCIPAIS APLICAÇÕES DOS TUBOS DE POLIETILENO

As vantagens citadas, associadas aos avanços da tecnologia de fabricação, projeto e instalação das tubulações de polietileno e a conseqüente redução progressiva de seus custos, tornaram esses materiais insuperáveis em algumas aplicações e cada vez mais competitivos em outras, destacando-se:

  • Adutoras
  • Captação de água
  • Captação de Biogás (Aterro Sanitário)
  • Drenagem Chorume (Aterro Sanitário)
  • Emissários Terrestres e subaquáticos
  • Proteção em tubulações termicamente isoladas
  • Recuperação de tubulações danificadas (relining)
  • Rede de abastecimento e distribuição de água
  • Redes de combate a incêndio
  • Redes de condução fibra ótica, cabos telefônicos e elétricos.
  • Redes de distribuição de gás
  • Redes de esgotos e efluentes
  • Sistemas de Irrigação e drenagem
  • Transporte de Álcool e Vinhoto (vinhaça)
  • Transporte hidráulico de sólidos (dragagem e mineração)
  • Travessias pelo método não destrutivo

Catálogos

Produto Produto